A hora de comprar uma passagem aérea é sempre uma hora dificil. Quando comprar, qual o melhor itinerario, milhas ? Se se eu não tiver todas como compro ? Compro só a volta, vale ?

Via de regra as passagens com mudança de continentes e/ou países são as mais caras. Sempre se programe e considere a compra dos demais recursos da viagem (hotel, aluguel de carro, passeios, etc), quando tiver efetuado essa parte mais cara. A  menos que os recursos sejam canceláveis sem custo, essa regrinha facilitará muito o seu planejamento e diminuirá seu prejuízo, pois acredite, muitos detalhes da viagem podem mudar com a simples troca da data de chegada/saída. Ás vezes, um dia significa uma grande economia. Passagens sexta e sábado de saida/chegada, são mais procuradas.

Voos diretos versus paradas. Aqui eu sempre acho que voos diretos são os melhores. Mas as vezes uma parada sem muita penalidade de tempo, pode valer a pena. Mas pense sempre da seguinte forma: você está "vendendo" um tempo da sua viagem, quando faz uma escala desnecessária. Venda apenas por valores que valham a pena.

A compra, em si, é uma das tarefas menos difíceis, porque conta com muitas ferramentas. Existem muitos sites que propocionam muitas facilidades para compra. Eu gosto do kayak, que permite verificar varias companhias (mas nao todas, pois existe um documento de acordo e alguma companhias não assinam) em datas um pouco varidas. Você consegue colocar +/- uma quantidade de dias o que permite algum jogo de cintura, principalmente se você tem alguma flexibilidade com datas.

 

Muitos outros tem um serviço parecido, como o decolar ou o expedia. Normalmente, eu uso estes sites apenas para consulta. Pois ainda que muitas vezes algumas passagens apareçam com preços menores nestes sites, ao clicar no link muitas vezes somos desviados a outros sites de compra ou temos a surpresa de que o preco que você queria acabou e os "coitados" não foram avisados...

 

Os sites que somos desviados (como edreams ou outros) normalmente fazem as reservas de passagens baratas pra eles (possuem acordos que permitem isso por um período) e repassam pra você por uma módica quantia. Basicamente você paga por nao estar vendo os preços todos os dias ou por que não tinha decidido quando os preçcos estavam mais camaradas. 

 

Outras taxas que costumam ser cobradas são de financiamento ou impostos. Aqui como essa sigla é fechada, eles colocam tudo que querem, muitas vezes sua passagem que era barata fica bem mais cara.

 

Este é um dos motivos pelo qual não aconselho a compra direta neles. Financimanto, por exemplo, que eles apresentam parcelamento "sem juros" que na verdade tem preços diferentes totais de 1 parecela para 10.

 

Outra razão: e se houver um imprevisto. Por mais que o site seja grande e trate diretamente com a Cia, você fica no meio do caminho. Você pede um voo o cara ve se o valor bate, vê se tem disponibilidade (isso tudo consultando um outro sistema), e ai volta pra você. Convenhamos remarcar estas coisas já são chatas, mas ter que ficar ainda brincando de telefone sem fio é dureza. Na verdade você fica mais com um intermediário do que com um parceiro. Podendo compre direto com a com a companhia aérea. Se a economia não vai ficar pra você, que fique com a companhia aérea. A chance de este valor reverter em seguranca é maior que com o parceiro.

 

Então consulte no parceiro e procure comprar no site da companhia. Se o site te levar pra outro site de terceiros ao menos fique ciente dos riscos.

E sobre datas ? A maioria de voos nacionais possuem ofertas por volta de de 1 a 3 meses antes do embarque. Os internacionais de 1 a 6 meses. Mas isso se aplica a datas que não sejam feriados. Se você pretende tentar usar perto de um feriado, suas chances de encontrar promoções são maiores quanto antes você puder começar a procura.

 

E sobre milhas como devo proceder ?

 

Esta é uma pergunta de quebra cabeca. Ainda que existam sites que te dão dicas sobre promoções de passagem e de milhas, não há garantia que a que você queria ainda exista. E o que é pior você será sempre mandado pro site dos terceiros.

 

Milha é aquilo: trabalho. Entrar site por site e checar possibilidade por possibilidade. Não tem um Hub (alo desenvolvedores de plantão) de verificar com milhas.

Hoje em dia uma das vantagens das milhas se aplica a poder ir com uma companhia aérea e voltar por outra sem pagar penalidades, ou voos de conexão. Exemplo: imagine que vc pretende viajar para Paris e voltar por Roma. A maioria das companhias que voam direto para Paris, não fazem esse voo direto de Roma de retorno. Mas se você possuir milhas na companhia que vai direto para Paris e na que voa direto de Roma, sua viagem pode ser mais agradável, rápida e não deve gastar mais milhas por isso (a maioria das companhias tem uma relativa similaridade de valores de milhas pelos trechos), ao passo que se comprar esses dois tickets, o preço vai mostrar uma diferença boa.

 

Então, o exemplo dos voos diretos, pode se aplicar a voos que não diretos se você tem milhas em 2 companhias e não o suficiente em nehuma para fazer a ida E a volta, mas o suficiente para fazer uma das duas em cada. Acontece muitas vezes de você conseguir ir por uma com um desconto e voltar por outra com outro desconto, ao passo que se você fizesse a ida e a volta na mesma, só poder pegar ou o desconto da ida ou o desconto da volta.

Tenho poucas milhas só da pra ir. Vale a pena ?

 

Depende. Se for um voo internacional, a resposta é provavelmente não. A menos que você tenha milhas apenas pra volta

com outra empresa, o preço da passagem so de ida/volta vais sair pelo preço de ida E volta ou até mais cara.

 

Se for interna (nacional  ou Europa ou EUA), você pode conseguir alguma economia, usando uma perna e comprando as outras. Aqui cabe a lembrança da passagem de ida e volta desconsiderando a volta. Assim, você faz o trecho que aumenta o valor com milhas e compra o outro menos caro. Muitas companhias te colocam essa passagem de ida e volta com um preço menor do que somente a de ida(algum dia alguém vai entender isso como venda casada e acabar com essa sobretaxa da passagem apenas de IDA), e como você nao vai usar a volta, considere a volta que será desperdiçada numa época de movimento baixo, pois o preço adicionado será menor. Lembre-se: somente a VOLTA pode ser desperdiçada. Uma passagem que não teve a IDA usada, normalmente tem a volta CANCELADA. E não se pode usar a volta antes da ida. Então em caso de comprar ida e volta e só usar uma, considere o desperdício apenas na volta.

 

Essa mesma teoria pode se aplicar a comprar passagens com pernas invertidas se você visita muito um lugar. Por exemplo se você morasse nos Estados Unidos e viesse do Brasil perto do carnaval as chances de pagar um preço menor são grandes, ainda mais se o retorno pros EUA for perto de um outro feriado brasileiro. Mas as companhias já estão monitorando isso, então as vezes é necessário comprar no site da empresa local, mas seu cartao pode nao ser aceito. Fique atento.

Quando comprar a minha passagem ?

Os textos das promoções invariavelmente possuem a palavra "a partir". Mas qual o problema ? A maioria das demais promoções também possui esse texto. Sim, mas vejamos, o que isso significa. Em uma indústria que leva você de um lugar a outro quanto menor a distância percorrida, menor o custo, e consequentemente menor o valor final. Assim, se você mora no Rio de Janeiro ou São Paulo (maioria das pessoas), sair de Manaus para Miami, ou de Recife para Madrid, pode nao ser a melhor opção, nem a mais das recomendadas coisas a fazer para pagar um preçco barato. 

A maioria das companhias aéreas, quando incluem o trecho para você chegar até o ponto de partida do bilhete barato, mostram valores que são bem mais perto dos que você está acotumado a ver normalmente, e o preço mágico, comçca a desbotar. Protanto atençcao com o pornto de partida das super promoções.

Após falar sobre o ponto anterior, a primeira coisa que vem a cabeça é: A passagem direta é mais barata que a passagem com escala ? Quantas escalas essa passagem barata vai fazer ?

Esse é outro ponto muito polêmico. A Existem situações em que a passagem com escala a um destino que poderia ser direto, possui ótimos preços. Esse é um bom negócio ? Aqui é preciso analisar com calma e verificar em que tipo de viajante você se encaixa. Normalmente os preços destes sites são mostrados sem as taxas de embarque, e por um motivo muito simples: A cada vez que o avião pousa ou sai de um aeroporto, é cobrada uma taxa (que já foi barata no passado), e depende do pais e do aeroporto. Então, sim às vezes uma passagem com escala está mais barata que uma passagem direta, porque a companhia aérea precisa encher o voo do meio do caminho, mas ela não poderá fugir de cobrar e repassar as taxas dos aeroportos. E veja que é cobrada se pousa ou levanta, o que em apenas uma escala, já inclui mais duas taxas de aeroporto. Ai, você começca a contar quantas escalas e a acumular os valores, e o preço que era sensacional, começa a derreter na sua frente.

O problema das escalas é na verdade ainda um pouco mais complexo. Ao tentar baratear a passagem com várias escalas, normalmente você começca a barganhar com seu tempo disponível, e essa pode nao ser uma boa estratégia para obter uma economia. Vejamos um exemplo: Uma viagem Rio x Miami normalmente leva 9 horas (um pouco mais, um pouco menos). Os melhores voos saem a noite do Rio e chegam pela manhã nos EUA, permitindo um aproveitamente bom do dia da chegada. Assim numa viagem saindo numa sexta e voltando no sábado seguinte (que obedece horário similar), você poderia sair na sexta, chegar no sábado e aproveitar 8 dias (o sábado da volta inclusive, pois o voo sai a noite e chager cedo no domingo, tendo aind este dia para arrumar suas coisas e seus compromissos na volta. É um bom aproveitamento.

Mas ... muitas das viagens oferecem voos com escalas de até 28 horas ou mais. Essa espera no aeroporto, muitas vezes é encarada como uma possibilidade de conhecer um destino diferente. Mas a maioria dos aeroportos, fica distante da cidade, muitas vezes, o transporte é ruim, lento e caro; o que pode tornar sua escapada em um grande stress e uma brincadeira que pode causar ainda maior estrago, no seu orçamento e no seu cronograma. Vamos pensar que tudo deu certo, e apenas colocar as horas em sequencia.

Normalmente os aeroportos tem movimento menor durante a madrugada por vários motivos, então estes voos com escalas não costumam sair a noite, ou se saem perto da noite, exigem um descanso. Esse "descanso" é por sua conta, e se a passagem era pra ser barata, ir de taxi do aeroporto pro hotel, depois de volta e a tarifa do hotel, podem não ser a maneira mais economica de fazer a viagem. Vamos comprarar com um voo que saia de manhã e que o seu tempo de espera possa ser feito dentro do aeroporto. VEja que no exemplo a situaçcao já fica complexa. Num voo saindo na sexta feira a noite, você poderia trabalhar e ir para o aeroporto. Normalmente num voo diurno, ou você pede mais um dia de férias ou so pode ir no sábado. Vamos considerar a saída no sábado. 

Façamos uma conta razoavel de um voo que saia de tarde, logo apos o almoço. A chegada (após uma saída) na sábado 1 da tarde, seria por volta do final da tarde do dia seguinte, o domingo (em nosso exemplo a fuso horário ainda atrapalha pouco, mas em outros destinos, o fuso pode tornar a chegada ainda mais complicada. No final o fuso que vai, vem, e tirando o desgaste físico de se adaptar a diferença do fuso, vamos desconsiderá-la). Chegando consado no final do domingo, você aproveitaria a partir de segunda feira. Agora restaram 5 dias para aproveitar, pois o mesmo processo da volta se aplicaria co o retorno no sábado, chegando tarde no domingo e tendo que trabalhar no dia segunte.

Claramente tirando a diferençca do desgaste, fica clara que sua viagem por dia ficou menos "barata". Ainda que você possa "economizar" no hotel também, você terá menos tempo para aproveitar o preço mais caro que é a passagem.

Esse foi apenas um exemplo de uma viagem simples. Eu, na pratica, já vi promocoes para a África do Sul, que eram de uma semana, com parada dupla, indo pela Inglaterra(subia tudo pra depois voltar). Os voos eram de 30 e poucas horas. A viagem levava 3 dias pra ir, 3 pra voltar e 3 que você ficava na África do Sul. Sem dúvida alguma que deve ter coisa melhor que isso se a gente procurar direitinho.

Um outro ponto muito facimente encontrado é que estes sites que aladeam os preçcos mágicos, oferecem as passagen em 12 x sem juros. Essa na minha opinião é a pior de todas as estórias. A maioria das empresas aereas, quando oferecem algum tipo de financiamento, ficam com valores de 5 a 6 parcelas sem juros, então você oider financiar em 12 sem juros, é um grande benefício. Até seria, o problema, é que ao fechar o valor da passagem, na última tela do site, existe uns campos que são os de Taxas (tarifas de aeroporto) e outras de encargos (que sim, normalmente são juros, ou IOF cobrado). Portanto é muito importante atentar para estes detalhes antes de analisar se aquela super promoção realmente compensa.

Normalmente estes sites que anunciam as super promoçcões são associados das companhias aéreas e recebem para divulgar as promoçcões e por quantidade de vezes que são acessados. Até aí, não vejo problemas, o problema é que muiotas vezes o site procura distorcer as informaçcões de maneira que se mostrem mais interessantes do que na verdade são.

Apenas para ilustrar, uma vez escrevi um comentário sobre uma promoçcão que como a do exemplo da Africa do Sul, oferecia 3 dias de ida e 3 dias de volta (era uma promocção de milhas) , e destquei que essa tem sido uma oferta corriqueira demilhas, que se desvirtuou de como era no passado. Hoje a maioria das passagens com milhas são trechos que as companhias aéreas tem dificuldade de vender, como multiplas paradas ou saídas de destinos com menor procura, e para minha surpresa, fui confrontado com pessoas que diziam que adoravam este tipo de viagem, que gostavam mesmo era do cheirinho do avião e tal. Por mais que entenda que cada pessoa tem sua idéia sobre o que é diversão, custo a crer que tais respostas sejam verdadeiramente de usuários e nao de pessoas que fazem parte dos sites e de seus acordos com as companhias aéreas e que meu comentário foi contra o que eles querem negociar. Afinal se o que se gosta é de ficar sentado em um avião e sentir o cheirinho do mesmo, existem outras formas de ter experência semelhantes bem mais baratas.