Daí você pode pegar um carro e dirigir através da ilha (mais umas duas ou três horas e chegar a Ajjacio - que fica na parte sul da ilha, e é mais turística que Bastia). O Voo demora aproximadamente 1 hora e meia desde Paris até Ajjacio Dependendo da sua disposição, cada tipo de viagem tem suas vantagens. A de avião parece mais curta, mas entre chegar e sair do aeroporto, mala, segurança, pode sim valer a pena, mas a outra possui a aventura de pegar um barco (ferry) e depois alugar um carro e ver a vegetação interessante da ilha. De qualquer forma, pegue um carro, vai valer a pena.

Existem algumas formas de chegar à ilha, você pode ir de avião (existem voos diretos de Paris), ou pegar um barco (http://www.corsica-ferries.co.uk/), que sai de alguns lugares, inclusive da Itália, o que pode tornar seu passeio bem eclético (o que eu recomendo). O barco que sai da Itália, normalmente sai de Livorno, e leva quase 4 horas para chegar até Bastia (que fica no norte da Ilha). 

Existem muitas praia para se visitar, e é basicamente uma extensão da Riviera Francesa, com seus Beach Clubs e várias praias de características diferentes de acordo com o lado, e a vegetação da ilha.

A Europa possui algumas regiões bem divididas entre os países. No Mediterrâneo, a Córsega é o quinhão da França. Essa ilha possui passeios muito interessantes e coisas muito bonitas para se visitar e ainda tem o charme francês. É um lugar pouco explorado pelos brasileiros, e surpreende não só pela beleza, como pela vegetação e diversão que proporciona.

Diversão para todos - A Córsega !

A ilha possui um relevo muito interessante com rochas cor de ferrugem e vistas deslumbrantes, pois é cheia de montanhas, o que por si só já é uma vista de tirar o fôlego.

Praias de areia branca, de areia cinza, areia cor de tijolo, existem praias para famílias e praias para quem que ficar só, e cada por do sol...

O verão é normalmente a melhor época para visitar, principalmente pra quem gosta de água mais quentinha, mas chove pouco na ilha, e é possível em outra épocas, aproveitar a praia e alguma estação de ski (Fevereiro e Março), pois com o relevo existe neve na ilha, então há um leque de opções para sua viagem. Ese é a maior estação (http://www.ski-bastelica.com) e Ghisoni (http://www.skiinfo.fr/corse/ghisoni/station-de-ski.html) a segunda maior, ambas ficam perto de Ajjacio.

Aqui ainda existem ótimos vinhos tanto brancos como tintos, e muitos rosés graciosos para espantar o calor, bom, acho que o vinho francês dispensa apresentações.

Você pode ainda fazer ótimos passeios de barco e fazer mergulho (Les Iles Cerbicales / Porto-Vecchio ou Les Iles Lavezzi / Bonifacio) ou se divertir com caminhadas e trekking.

À noite existem muitos bares e restaurantes com bastante agito para todos os tipos de diversão principalmente durante o verão quando a ilha fica mais cheia. Existem todos os tipos de comida, para todos os gostos e bolsos, mas a especialidade é comida deliciosa.

Um belo passeio é até a costa do Golfo de Ajaccio para a Prunelli, uma visita obrigatório aonde você pode passar uma tarde e descansar olhando o porto e seu movimento, tomando um vinho gostoso e pensando na vida que se pode ter enquanto os outros trabalham ...

Napoleão nasceu aqui, e dentre as atrações você pode visitar a Maison Bonaparte ou ainda Musee Fesch, construída pelo tio de Napoleão, que possui um acervo muito grande e interessante.

A parte mais complicada da viagem talvez seja arranjar um bom hotel. Aqui existem muitas construções antigas e hotéis que não pensam em investir em reformas, haja visto que ficam sempre cheios independentemente da qualidade da moradia. Aqui passei uma das estórias mais estranhas em matéria de hotéis. Explico: chegamos domingo à tarde, e não havia ninguém para nos dar as chaves do quarto. Recebemos um número e tivemos que entender como funcionava para conseguir abrir um cofre eletrônico aonde pegamos as chaves. O local não era barato, mas super bem localizado, mas quando vimos os quartos... O chão era de vermelhão, o teto era baixo, os móveis muito velhos e usados e a limpeza, não era o forte. Pensamos: "Esse lugar é o Cafofo do Osama!", e tememos pelo pior na nossa viagem.

Pois bem, eu volto a qualquer momento! Valeu a pena!

Ajjacio é uma cidade bem turística e cheia de coisas interessantes para se fizer.