Os grandes símbolos da cidade são a Golden Gate e a ilha de Alcatraz. Elas ficam perto do Pier 39 e do Fishermans Wharf, que fica na zona portuária, com uma vida muito agitada. 

A cidade respira alegria, e turismo. Há turistas por toda a cidade e por todo o ano, e um sem fim de atividades que se pode fazer na cidade. Explore, e se permita. Você vai descobrir coisas fantásticas da cidade, cada vez que você voltar aqui (e acredite: você vai querer voltar, muitas vezes).

A explicação que se ouve é que um pequeno tremor teria causado o fim do local onde estes animais viviam e consequentemente, eles procuraram outro lugar para viver e foram muito bem acolhidos pelo pier. É sem dúvida alguma muito interessante poder observar estes animais tão de perto. Elas ficam no Pier 39, bem no final de onde se pode ver a ilha de Alcatraz. 

A Califórnia possui lugares que realmente são lindos. São Francisco é um lugar onde você descobre que tudo que você imaginou é ainda mais bonito.

Aqui existem muitas atrações. Uma das mais conhecidas talvez seja a das focas e dos leões marinhos que se amontoam nesse pier.

A Maravilhosa Califórnia - San Francisco

O Pier em si, é um local interessante com várias lojas e restaurantes onde se pode tomar uma boa sopa de mariscos (Clam Chowder) no pão. Eu recomendo.

Desta área é de onde saem os barcos para Alcatraz. Existem vários horários e vários tipos de passeio. Para quem gosta desse tipo de atração, recomendo que preste bem atenção no tipo de passeio que está comprando. Existem passeios básicos que dão a volta na baía e passam embaixo da Golden Gate e passeios que param na ilha e você pode visitar as celas das pessoas que viveram lá quando ela era uma prisão. Qual o melhor? Bom, o que você escolher, por certo!

A Golden Gate é uma atração à parte. Ela liga o parque do presídio ao continente, e há várias formas de cruzá-la. De carro, de bicicleta, a pé. Apenas algumas considerações: de carro, você pode apreciá-la menos e mais rápido. Do outro lado, porém, (em direção a Sausalito), há um mirante com estacionamento. Vale a pena para ali, a vista é linda!

De carro ainda você pode esticar até Sausalito (ótimo lugar para almoçar) em um restaurante italiano muito bom chamado Angelino (www.angelinorestaurant.com).

Existem outros também ótimos. Você pode ainda seguir Tiburon, uma cidadezinha muito linda a beira do mar, mas sem praia. Um lugar muito agradável de conhecer.

De bicicleta, o caminho é mais fácil de apreciar, existem várias lojas que alugam as bicicletas e os equipamentos necessários. É um passeio muito agradável. Só há um problema. Durante o inverno, venta muito e pode fazer muito frio na ponte. Se você estiver de bicicleta, principalmente com crianças, pode ter que desistir no meio se não estiver bem agasalhado para não estragar a viagem. Nunca calcule o frio na ponte pelo frio nas ruas, lembre-se que lá venta.

A pé, o mesmo raciocínio da bicicleta se aplica, com um pequeno agravante, pode não ser muito fácil acessar a ponte a pé, você pode se perder para chegar nela, ou ter dificuldades de conseguir um transporte, tanto para te levar até lá, como te pegar de volta, pois ela termina em uma estrada e muitas vezes não há taxis nessas estradas. Leve isso em consideração. O passeio perto dela pelo parque do presídio é também muito agradável, mas o parque é bem grande.

Outra boa visita é a antiga fábrica de chocolate Ghirardelli. Hoje existe um shopping e uma loja de sorvetes da Ghirardelli no local, mas ali é uma área bem agradável e com muitas lojas de decoração. É uma boa pedida para o final da tarde.

Quer mais atrações? Pois bem. Existe perto dessa fábrica - ponto final de um dos bondinhos (sim, eles possuem mais de um ponto final), a rua mais sinuosa do mundo, a famosa Lombardi Street. Ela fica bem no alto da colina e é uma parada do bondinho, pode chegar de carro também, não tente chegar a pé, porque pode ser bem cansativo, pois ela fica bem no alto. 

De lá, você consegue ter uma linda vista da cidade e enxergar bem longe. Você pode descer a rua, pela calçada, ou se alugar um carro, dirigir até o topo dela e descer as ruas sinuosas. Ela é extremamente sinuosa, porque só assim os carros não deslizariam nela, de tão íngreme que ela é, assim, os carros descem em zigue-zague e não há perigo. É muito interessante.

Bom, chegamos ao ponto do bondinho. Os bondinhos saem de perto de Union Square(os mais turísticos) e as filas podem ser enormes. Powell-Hyde, a Powell-Mason e a California, sendo que essa última quase nao é usada pelos turistas. As 2 linhas turísticas começam na esquina da Market com a Powell Street ( bem em frente a Gap), e te levam até o Fisherman’s Wharf. A diferença é que a linha Hyde vai até o Aquatic Park, bem perto da Ghirardelli Square, na ponta do Fisheman’s Wharf, e passa pela Lombard Street. A linha Mason, vai até o meio do Fisherman’s Wharf.

Existem vários tickets para os bondinhos verifique (http://www.sfcablecar.com/riders.html), os preços para agilizar e poder comprar o que melhor lhe atende. Comprar uma viagem só(5 dólares) pode ser caro, mas se você usar o bondinho como meio de transporte, pode acabar saindo mais em conta. Ainda que as filas sejam grandes, é possível pegar o bondinho no meio dos trajetos, e viajar pendurado nele, sentindo o vento no rosto. Nem todo motorneiro permite isso, mas com cuidado, é bem gostoso. Mas aqui vai uma dica. Se você não quiser ficar pegando o bondinho o tempo todo, pegue taxi. Não são caros (se seu grupo for de três ou quatro então melhor ainda) e ainda que muitas vezes tenham que esperar para passar pela mesma rua do bondinho, você não precisa ficar na fila esperando. Muitas vezes os bondinhos veem cheios e não dá pra entrar. Dependendo do ponto eles podem ir para lugares diferentes e você se surpreender chegando num ponto que não era aonde você queria. Portanto, olho no destino do bondinho, basicamente eles vão para a Ghirardelli e para perto do pier 39. Não são muito distantes, mas com certeza, é uma bela caminhada.

No caminho do bondinho, você pode ainda dar uma paradinha em Chinatown. Pode ser só curiosidade, mas é diferente.

Outra vista de San Francisco são as casas no estilo vitoriano e as ruas íngremes dos filmes que você vê no cinema, com as perseguições e os carros tirando faísca das ruas. Você com certeza vai se lembrar de algum filme.

Os melhores hotéis ficam perto da Union Square que é onde fica o centro financeiro da cidade. Os melhores hotéis e os mais caros ficam nessa área. Existem muitos restaurantes bons aqui também para todos os gostos. Essa área costuma ser menos agitada e com mais comércio normal que a perto do pier 39, que possui muitos comércios especializados nos turistas (mais caros e exóticos). 

Na Union Square, (que é uma praça perto de ponto final do bondinho Powell street), você pode encontrar a Macy's que é uma loja de departamento que costuma ter ótimas decorações de Natal, e no último andar possui um dos restaurantes preferidos dos brasileiros a Cheesecake Factory.

Outro passeio é visitar o bairro Castro, conhecido pelo movimento gay. O bairro é todo cheio de arco-íris e você encontrará, com certeza, muitas pessoas vestindo roupas diferentes e com comportamentos alternativos.

Os arranha-céus perto da Union Square, também são muito diferentes e bonitos, A arquitetura da cidade de San Francisco é famosa, assim como o porto, onde você pode visitar o um shopping a beira da estação de trem, com o famoso relógio também.  Ótimo passeio.

E além de Sausalito e Tiburon, o que mais podemos ver perto da cidade? Bom, além da proximidade com Los Angeles, que fica a seis horas pela autoestrada, ou a oito horas indo pela estrada da beira mar, passando por cidades como Carmel, Monterey 

e pelo Big Sur (uma estrada a beira do mar, lindíssima, que vale a pena fazer de carro conversível se for no verão).

Carmel, é como a Búzios da Califórnia. Ela é uma cidade pequena limpa e linda que fica a beira do mar, com muitas lojas e muito bom gosto. Clint Eastwood foi prefeito aqui. A cidade possui, porém pouco estacionamento, o que pode ser um problema, e um processo de marcar que os carros não fiquem mais tempo que o estipulado pelas placas. Não insista, as coisas funcionam aqui. Exemplo: Na minha primeira visita a cidade, depois de 30 minutos consegui uma vaga na rua que dá na praia e é perto das lojas (uma graça), e resolvi que ia ficar mais do que o tempo estipulado. Pensei eu: como a pessoa vai saber se eu estou aqui há 30 minutos ou uma hora? Pois bem, olhei adiante e vi um carrinho tipo golfe com um policial. Achei aquilo super estranho, e vi que havia uma alavanca que o policial puxava no carrinho ao lado de cada carro. Pra que isso? Bom, a alavanca possuía um giz na ponta, que marcava o pneu do carro em uma determinada posição. Se o policial voltasse mais tarde e encontrasse a marca no pneu, ele sabia que o carro tinha ultrapassado a hora, pois caso contrario ao rodar o pneu a marca de giz sumiria. Eu não sei se esse tipo de controle é feito ainda, mas ele é um ótimo exemplo de como as pessoas podem ser criativas e como as outras podem achar que sabem tudo e acabar com a graça da viagem.

Se você for a Los Angeles de carro, lembre-se que o passeio menor de 6 horas não tem vistas bonitas, mas a estrada é melhor e mais rápida. Veja como seu tempo se encaixa com sua viagem.

Você pode no caminho visitar ainda Santa Bárbara (perto de Los Angeles), que é uma cidade de praia interessante também, e muito bonita.

Existe ainda um passeio chamado 17-mile drive que é uma rota cênica com belas paisagens que termina (ou começa depende de onde você vem) num campo de golfe. Essa rota é paga e você terá várias paradas para apreciar a paisagem. Reserve tempo se for fazer esse passeio (é perto de Carmel).

E, além disso, que mais podemos ver? Bom, perto de San Francisco, existe o Yosemite Park, que é o parque das Sequoias. As sequoias são árvores imensas que tem um tronco muito grosso. 

Nesse parque muitos filmes foram filmados, como o Star Trek 4, pois ele é muito bonito íngreme e tem muitas cachoeiras. Vale muito a pena, mas se você estiver perto de um feriado, procure reservar a entrada no parque, pois caso contrário, se o parque exceder uma determinada capacidade, as pessoas não podem mais entrar e você fica numa fila gigante de carros esperando alguém sair pra você entrar, e acredite-me, ninguém que tá lá dentro tem pressa.

O parque é tão grande que possui algumas entradas. Se programe para entrar e sair pelo lado certo, caso vá dormir em alguma cidade próxima, pois se o parque fechar e você sair do lado errado, a volta é grande. As cidades próximas não são grandes. Caso você precise dormir próximo, e não esteja com um trailer, tenha reservas. As vagas são poucas e as boas melhores ainda. Pra você ter uma ideia existem alguns lugares que alugam tendas de índio pra você dormir. Ainda que como curiosidade seja bacana, eu não recomendo uma noite deitado numa cabana redonda como a dos índios do velho oeste. O lugar não prima pelo conforto, nem pela higiene.

Outro passeio muito legal próximo é visitar Lake Tahoe. Lake Tahoe foi a cidade das olimpíadas de inverno de 1960, e possui uma estação de ski, muito bonita e preparada.

A cidade também fica a beira do lago Tahoe que é um lago negro com montanhas nevadas lindas, e um por do sol da cor de ouro, pois os raios batem na neve e criam cores belíssimas.

Além disso, tudo, a cidade fica exatamente na divisa entre a Califórnia e nevada (estado onde o jogo é permitido), e então enquanto você caminha na mesma rua, você passa de um lugar silencioso, para uma rua cheia de hotéis e cassinos coloridos, pois você acabou de cruzar a fronteira. É muito lindo e divertido. 

Aqui você ainda pode ficar nas cabanas com fogueira a lenha, 

ou visitar as lojas onde totens coloridos são vendidos. 

É um passeio sem dúvida agradável, ainda que a estrada algumas vezes esteja castigada pela neve. Mas mesmo assim, nas outras épocas do ano, a vegetação e as folhas ficam belíssimas. 

Ah, não perca a vista superior do lago negro, de uma das montanhas nevadas. Não vai sair da sua retina tão cedo.

Para as pessoas que gostam de um bom vinho, um passeio muito gostoso é a visita a Napa Valley e a Sonoma, que são regiões onde existem muitas vinícolas que permitem visitação e vendem seus vinhos mais populares.

Existe um sem-número de vinícolas e você pode escolher quais te atraem mais. As mais famosas, porém exigem um agendamento, como a do Opus One. Napa Valley e Sonoma ficam menos de duas horas de San Francisco, mas lembre-se que beber e dirigir pode não ser uma escolha acertada, portanto ou pense em dormir la perto, ou vá com alguém que não vá beber, ou contrate um passeio de uma agência. A diversão é garantida, e os vinhos de ótima qualidade.

As Linhas do bondinho de São Francisco

Se possível procure escolher uma mesa na varanda, pois a vista é muito bonita e o lugar muito agradável, mas a fila é gigantesca. Esteja preparado.